Remédio para ansiedade

11846573_10207352868971061_1839846828524197497_n

 

Passo muito tempo sem escrever. Sim, porque o relógio nada mais é do que um bom inimigo, com quem eu vivo brigando, discutindo e tentando dominar.

As vezes eu consigo, outras vezes eu perco. Perco feio mesmo. Na verdade eu perco muito para ele. Aí um dia, eu me dei conta de que a minha energia é importante demais para mim. Sim, este dia foi hoje.

Nos fones de ouvido Chet Faker toca insistentemente. Olho ao redor e suspiro. Penso e concluo: “tempo, cansei… Agora vamos ser amigos.”

A vida acabou ficando generosa depois que resolvi fazer as pazes com o tempo. O passado ficou em seu lugar. Foi. E talvez seja esse o grande segredo que vou levar embrulhadinho para posteridade. Quando Clarice e Cecília nascerem, eu vou tentar repetir insistentemente como “Talk is cheap” nos fones de ouvido: “Filhas, façam de tudo para ser amigas do seu próprio passado”.

 

11855868_10207352874291194_4431549568501109965_n

 

Eu sei, não é fácil. Foi preciso brigar muito para chegar até aqui. Se isolar, confrontar o mar, rezar o terço todo dia, pegar um avião com um bando de desconhecidos, desbravar o mundo, silenciar, bloquear no whatsapp, desconectar. Deixar passar.

Comigo deu certo. A vida andou.

Sim, meu amigo. Vai andar contigo também. Mas é preciso movimento, é preciso desafiar-se, é preciso significar. Lutar. Olhe as vitórias que pode alcançar hoje, porque ser amiga do tempo é se conectar fielmente ao presente e se concentrar no que você pode fazer agora. Hoje é o dia de começar a correr, para que no futuro, 10km seja pouco para você. Hoje é o dia de começar o que você esconde no campo das vontades. É hoje. E não é a Ludmila que está dizendo.

 

11896236_10207352869171066_2748494971753128251_n

Ser amiga do tempo também é não se preocupar com ele. O mundo impõe regras demais.

Coisa mais chata é ouvir o tempo inteiro “seu tempo está se esgotando” e coisa mais libertadora é dizer “eu faço o que eu quiser”, porque nunca é tarde, vai por mim.

 

 

11219358_10207352868291044_6141193161107583780_n

 

Hoje eu vou sair por aquela porta com meu sorriso mais bonito.

Vou olhar as horas e dizer ao tempo que no fundo ele é que sempre foi meu amigo.

Curou as feridas, fez florescer a flor.

Hoje eu vou sair por aquela porta abraçando a felicidade.

Vou exalar amor.

Ana Clara Tavares

21/08/2015

 

*Fotos da viagem com um bando de desconhecidos. NYC, Julho 2015.

 

 

Anúncios

Happy New Year – Com delay :)

Oi, meu povo! Tá certo que amanhã é fevereiro e que já se foi 1 mês deste novo ano, mas não poderia deixar de desejar um feliz 2015 no primeiro post do ano né? Até porque vocês já sabem que assiduidade não é o forte por aqui…rs

Para começar, eu resolvi dividir com vocês um post que é basicamente um texto que preparei esta semana com dicas bem legais para 2015 quiça para a vida! Aproveitei as férias para me dedicar a organização de metas, autoconhecimento, identificação de maus hábitos e claro, muita preparação para manter o foco e a produtividade.

Sendo assim, preparei abaixo algumas dicas e alguns passos para combater um mau hábito que é super comum e afeta um tantão de gente: a procrastinação! Gente, tem jeito. É só querer mudar este comportamento para ver os benefícios quase que instantâneos. Vamos lá?

eu

O que é e como identificar a procrastinação?
Procrastinar é adiar tarefas importantes enquanto se rende a tarefas mais prazerosas (ah, depois eu faço isso porque agora estou cansada. Ah, isso eu posso fazer amanhã porque tenho tempo para fazer. Ah, eu já vou começar este trabalho, mas antes quero ver um pouquinho de TV).
A questão é que com esse mau habito nós vamos desperdiçando o nosso tempo e gerando uma série de sentimentos negativos (ficamos em desespero, angustiados e ansiosos porque temos que realizar a tarefa e já não temos mais tanto tempo como antes…).
Este mau hábito pode ser vencido! Temos que ter consciência de que está tudo em nosso cérebro. Ele entende que o que é importante é desagradável, e desvia nossa atenção para algo mais prazeroso. Que danadinho! O problema é que a sensação de bem estar é muito efêmera e logo logo entramos em uma bad vibe.

Como vencer a procrastinação?
1) Entender a origem do sentimento negativo que você sente ao não querer fazer sua tarefa naquele momento.
Exemplos: Ansiedade para terminar, não saber como realizar o trabalho, insatisfação com a demanda, implicância com quem pediu para fazer a tarefa etc.

2) Ao invés de focar no resultado, foque no processo.
Exemplos: Vou trabalhar nestas peças durante 1h por hoje. Vou arrumar a gaveta por 40min hoje. Vou caminhar 30 min hoje.

3) Colocar em prática a técnica do Pomodoro.
Como? Remova todas as distrações. Inicie o timer por 25min. Foque em seu trabalho. Faça uma pausa e se dê uma recompensa por 10min após o toque do timer.

4) Aprenda de forma eficiente.
Como? Leia um determinado conteúdo por um tempo. Faça uma pausa para relembrar o que foi lido. Tente explicar em voz alta ou fazendo suas próprias anotações do que entendeu. Se não se lembrar, volte e revise! Releia, escreva, discuta, faça testes e exercícios, principalmente logo após aprender o conteúdo. Eles ajudam a fixar tudo na cabeça.

5) Durma bem.
Durante o sono fortalecemos nossa memória.

6) Construa seu conhecimento.
Evite estudar tudo de uma única vez. Evite repetições para ”decorar” um assunto. Estude um pouco a cada dia. Realize uma tarefa de um grande trabalho a cada dia.

7) Aprenda com os erros ;)
Não desanime com eles!

8) Faça pausas.
Nosso cérebro danado trabalha em segundo plano, portanto relaxe. Isto ajudará a entender um tópico difícil ou te ajudará a ter uma ideia. Dica: tenha sempre um caderno ou local para anotar as ideias que surgirem!

9) Depois da pausa, volte ao trabalho!
Faça tudo isso até chegar ao final!

IMG_1680

Pronto! Agora vamos atravessar os próximos 11 meses arrasando na produtividade! :)

Fonte: http://mel-meow.com/uma-longa-noite-aprendendo/